Participe

 

Audiência Pública do Instituto Baixada - construindo uma rede de governança na Baixada Maranhense

Participe da nossa IV Audiência Pública, uma ferramenta para a construção da rede de governança do Instituto Baixada, a fundação comunitária da Baixada Maranhense.

A Audiência Pública é uma ferramenta de participação da sociedade baixadeira e maranhense nas tomadas de decisões do Instituto Baixada, através dela a comunidade pode votar e escolher três dentre os diversos temas que serão prioridade da organização para realização de investimento e apoio a projetos no biênio 2017/2018. 

A votação ocorrerá durante todo de 15 de maio a 14 de junho de 2017 através do facebook, o resultado será divulgado em no 30 de junho e os primeiros editais de apoio a projetos serão lançados em agosto. 

Você poderá escolha até três entre os temas abaixo:

- Agricultura Familiar

- Agroindústrias familiares

- Arte e Cultura

- Bibliotecas comunitárias

- Centros de Ensino Médio e Profissionalizante

- Combate à violência doméstica e contra as mulheres

- Combate ao trabalho análogo à escravidão e infantil

- Educação de Jovens e Adultos

- Esportes educativos

- Fortalecimento de organizações sociais

- Mobilização juvenil

- Preservação da fauna e flora da Baixada

- Produção de Mídias Alternativas

- Projetos produtivos (Incubadora)

- Proteção social à criança e adolescentes

- Telecentros Comunitários

Vote e escolha as prioridades das ações do Instituto para o biênio 2017/2018.

Saiba mais sobre as audiências anteriores

O Instituto Baixada já realizou três audiências públicas sendo uma presencial e duas virtuais, atingindo um público de mais de dez mil baixadeiros.

I Audiência Pública – março de 2009

Com a participação de 60  baixadeiros e 9 convidados de outras partes do país e da América do Sul, o Instituto Baixada realizou no dia 9 de março de 2009, no Auditório do Centro de Ensino Médio e Profissionalizante de São Bento,  a I Audiência Pública para discutir prioridades para o apoio a projetos na Baixada.

Os objetivos dessa primeira audiência foram:

Socializar com lideranças e moradores da Baixada o projeto do Instituto Comunitário Baixada Maranhense.

Dialogar com lideranças e moradores da Baixada sobre prioridades para apoio a projetos de desenvolvimento da Baixada, pelo Instituto.

Discutir agenda para divulgação de edital e cronograma de aprovação dos primeiros projetos.

A audiência foi mobilizada pelos conselheiros do Instituto, Fóruns da Juventude, Instituto Formação, Portal da Educação da Baixada.

Para o primeiro diálogo aberto sobre prioridades que deveriam ser observadas pelo Instituto Baixada foi apresentada algumas ideias surgidas em reuniões anteriores do Conselho Comunitário do Instituto com outras organizações da Baixada:

  1. importância de nesse primeiro momento o Instituto investir no fortalecimento de organizações existentes;
  2. priorizar projetos para os CEMPs: laboratórios, estágio, incubadora, bibliotecas;
  3. realizar investimento em projetos de jovens e agricultores voltados para o desenvolvimento local.

Os presentes dialogaram e alimentado por reflexões anteriores em outros ambientes de discussão da Baixada, foi sugerido para 2009:

  • Investir no fortalecimento das áreas estratégicas de educação, arte, esporte, comunicação;
  • Investir em projetos de dinamização econômica – através da Incubadora de Projetos Produtivos;
  • Investir em projetos que promovam troca de saberes;
  • Investir em projetos nas áreas de apoio à criança e adolescente;
  • Investir em projetos que fortaleçam as organizações juvenis e outras organizações da baixada.

Foi ainda observada a importância dos projetos apoiados considerarem:

  1. combate a quaisquer tipo de preconceito;
  2. revitalização de espaços já existentes para arte e cultura;
  3. projetos voltados para a melhoria da educação da Baixada – formação de professores; formação dos jovens em nível médio e superior; atendimento às crianças e aos portadores de necessidades especiais; erradicação do analfabetismo;
  4. dinamização econômica;
  5. intercâmbios na própria região – criar espaço para fortalecer atividades para os jovens;
  6. sustentabilidade de projetos implantados para que não se encerrem atividades;
  7. apoio à mobilização permanente de novos jovens;
  8. projetos ligados ao que a Baixada já produz: horticultura, agricultura familiar, fruticultura, avicultura...;
  9. combate à violência contra crianças e adolescentes;
  10. projetos que complementem atividades do poder público.

Definiu-se uma agenda de apresentação do edital e período de recebimento e aprovação de projetos

-         Até 10 de abril – socialização das idéias apresentadas na audiência

-         Até final de abril – lançamento de edital pelo Instituto

-          Até 30 junho – recebimento de projetos

-          Até 30 de julho – divulgação de resultados

Foi ainda sugerido que para as próximas audiências fosse discutida pelo Conselho Comunitário uma sistemática de garantia de uma maior representatividade da comunidade baixadeira. O representante da Fundação Tide Setubal, Gabriel Lingabue, presente na audiência, sugeriu que poderia ser refletido pelo Conselho Comunitário uma forma de interlocução permanente com o baixadeiro.

A ideia foi que a audiência torne-se um instrumento canalizador, uma ponte permanente que provoque uma rede de governança da comunidade – utilizando para isso como forma de definição de participação uma proporção de um para cada mil habitantes (1:1000). Com essa proporção define-se critérios mais democráticos de participação.

II Audiência Pública

Na II edição da Audiência nosso objetivo foi construir uma rede on line de governança da Fundação Comunitária (Instituto Baixada), criando uma forte interlocução com os baixadeiros espalhados pelos territórios. Todos foram convidados a participar e escolher três entre as prioridades do site.

Os resultados foram divulgados no dia 30 de março. Até o dia 30 de abril novo edital foi lançado contemplando os três itens mais citados.

Os baixadeiros foram convidados a escolher entre uma dessas opções abaixo, como prioridade:

- Telecentros Jovem Cidadão

- Agricultura Familiar

- Centros de Ensino Médio e Profissionalizante

- Educação de Jovens e Adultos

- Teatro, dança e música

- Combate ao trabalho análogo à escravidão e infantil

- Produção de Mídias Alternativas

- Esportes educativos

- Agroindústrias familiares

- Mobilização juvenil

- Fortalecimento de organizações sociais

- Projetos produtivos dos jovens (Incubadora)

- Combate às drogas

- Campanhas educativas sobre doenças sexualmente transmissíveis

- Campanha de prevenção e orientação sobre endemias e epidemias (hanseníase,esquistossomose, calazar, doença de chagas,febre amarela)

-Palestras educativas em escolas sobre portadores de deficiências

- Preservação da fauna e flora da Baixada

- Combate à violência doméstica e contra as mulheres

- Proteção social à criança e adolescentes 

- Bibliotecas comunitárias

Nossa meta era de que a cada 1000 baixadeiros, pelo menos 1 se pronunciasse sobre quais prioridades deveríamos ter em 2010, a partir de itens levantados na I Audiência. Inicialmente focaremos os moradores da Baixada que vivem no território conhecido como TR Campos e Lagos, com uma população de aproximadamente 300.000 habitantes. Pela meta proposta deveríamos alcançar 300 baixadeiros votantes. 

Todos foram convidados a participar e a escolher uma entre as prioridades que estão no site. No último dia de votação registramos um total de votantes superior a mais de três vezes ao número inicial da meta. Ou seja, no dia 30 de março registramos um total de 1.314 votantes, de um total de 2.244 acessos no site. O dado implicou que, aproximadamente, de cada 230 moradores da Baixada (TR Campos e Lagos) 1 votou na audiência. 

Os temas mais votados foram:

Telecentros – 411 votos (31,3%)

CEMPs – 364 votos (27,7%)

Teatro, Dança e música – 266 votos (20,2%)

Proteção Social à Criança – 104 votos (7,8%)

Com a votação dos telecentros fomos premidos a fazer investimentos nesses espaços, sobretudo na garantia da internet.

III Audiência Pública

A III Audiência pública, também virtual foi lançada e retomou o debate realizado durante a II Audiência.

Foi realizada online e ajudou a definir as prioridades de atuação para o ano de 2013/2014. A idéia era que essa audiência continuasse como um instrumento canalizador, uma ponte permanente que provoque uma rede de governança da comunidade – utilizando para isso como forma de definição de participação uma proporção de um para cada mil habitantes (1:1000). Com essa proporção define-se critérios mais democráticos de participação.

Os temas indicados foram os mesmos do ano anterior:

- Telecentros Jovem Cidadão

- Agricultura Familiar

- Centros de Ensino Médio e Profissionalizante

- Educação de Jovens e Adultos

- Teatro, dança e música

- Combate ao trabalho análogo à escravidão e infantil

- Produção de Mídias Alternativas

- Esportes educativos

- Agroindústrias familiares

- Mobilização juvenil

- Fortalecimento de organizações sociais

- Projetos produtivos dos jovens (Incubadora)

- Preservação da fauna e flora da Baixada

- Combate à violência doméstica e contra as mulheres

- Proteção social à criança e adolescentes

- Bibliotecas comunitárias

Os três mais votados foram:

Teatro, Dança e música – 420 votos

Esportes educativos – 230 votos

Fortalecimento de organizações sociais – 210 votos

Instituto Baixada lança Concurso Literário para estimular a leitura e escrita na Baixada Maranhense

Com objetivo de incentivar o hábito da leitura e escrita e ainda opotrtunizar novos talentos mostrarem sua produção literária, o Instituto Baixada e seus parceiros realizam o Concurso Literário com produções falando sobre histórias da baixada Maranhense.

Podem participar alunos matriculados em escolas públicas municipais ou estaduais de ensino fundamental do 6º ao 9º ano e ensino médio e/ou de Educação de Jovens e Adultos (EJA) do 3º e 4º ciclo das cidades de Arari, Cajari, Viana, Matinha, Olinda Nova do Maranhão, São João Batista, São Vicente Ferrer, São Bento e Palmeirandia.

As inscrições são gratuitas e estão abertas durante o período de 06/06 a 08/07 de 2016 nas Bibliotecas do projeto caminho de leitores e nos Fóruns da Juventude e pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.">

Veja abaixo o regulamento com todas as informações necessárias.

*************************

 

Regulamento do  Concurso Literário

O Instituto Baixada através do Projeto Caminho de Leitores, apoiado pelo Criança Esperança, Fóruns da Juventude e Prefeituras Municipais das cidades de Matinha, Olinda Nova do Maranhão e Palmeirandia realizam o seguinte CONCURSO LITERÁRIO.

REGULAMENTO


I- Dos Objetivos

O objetivo é dar oportunidade a novos talentos mostrarem sua produção literária. Incentivar o hábito da leitura e escrita.

II - Do Conteúdo

O conteúdo do Concurso é a produção de um TEXTO LITERÁRIO: NARRATIVA. Entre as narrativas o aluno deverá escrever um conto

III – Do tema

A narrativa deve ser com o tema: História e histórias da baixada Maranhense.

IV - Da participação

a) Podem participar alunos matriculados em escolas públicas municipais ou estaduais de ensino fundamental do 6º ao 9º ano e ensino médio e/ou de Educação de Jovens e Adultos (EJA) do 3º e 4º ciclo das cidades de Arari, Cajari, Viana, Matinha, Olinda Nova do Maranhão, São João Batista, São Vicente Ferrer, São Bento e Palmeirandia.

V - Dos textos:

a) Os textos devem ser escritos em língua portuguesa e serem inéditos;

b) Ter Um mínimo de 2 páginas e máximo de 4  páginas digitadas, corpo 12, fonte Arial, espaço 1,5 (entrelinhas). Recuo de paragrafo 2cm, alinhamento superior e direita 3cm, esquerdo e inferior 2cm, no formato word 7 ou 10

VI - Da identificação

a) Todos os trabalhos devem ser identificados na página de apresentação com os seguintes dados:

-Nome completo;

-Pseudônimo - nome com o qual assina a obra;

- Título da obra;

- Data e local de nascimento;

- Nome da Escola;

- Nome do professor orientador (se houver);

- Cidade;

- Telefone;

- Email.

VII – Das inscrições

a) As inscrições estarão abertas durante o período de 06/06 a 08/07 de 2016 pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., nas Bibliotecas do projeto caminho de leitores e nos Fóruns da Juventude

b) O período de inscrição poderá ser prorrogado se assim for considerado necessário.
c) Não haverá cobrança de taxa de inscrição.

d) Os interessados deverão encaminhar os seguintes documentos para a comissão julgadora:

- 1 via do texto com a narrativa;

- Declaração da direção da escola especificando a série do candidato, o nome do professor;

- Declaração para validação da autenticidade do texto do diretor da escola e do professor;

- Declaração do autor sobre a autenticidade do seu texto

- uma biografia do autor;

- os textos poderão ser entregues até o dia 26 de agosto de 2016 as 23.59hs

e) Não poderão participar do Prêmio integrantes ou parentes de integrantes da Comissão de Avaliação e nem parentes de membros do conselho curador do Instituto Baixada

f) Serão desclassificadas as narrativas que forem encontradas plágio total ou parcial
g) Os documentos solicitados deve ser enviadas para os seguintes endereços: Bibliotecas Comunitárias do Projeto Caminho de Leitores e para o endereço eletrônico
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

VIII - Dos resultados

H) O resultado será divulgado no dia 17 de setembro no site do Instituto Baixada, fecebook, bibliotecas comunitárias, e fóruns de juventude.

XI - A avaliação

Será constituída uma comissão de avaliação formada por especialistas em Língua Portuguesa que avaliaram os trabalhos de acordo com os seguintes critérios:
- Qualidade do roteiro
- Criatividade do aluno
- Desenvolvimento da narrativa
- Observância do tema proposto

X - Premiação
a) Os 15 melhores textos serão publicados num livro e os autores receberão medalhas de finalistas.
b) O (a) aluno (a) com o texto considerado de melhor qualidade receberá um notebook.
c) Os (as) alunos (as) com o 2 e 3º melhores textos receberão 1 tablet, cada.
d) O (a) professor (a) do aluno que ficar em 1º lugar receberá um tablet.

XI – Dos casos omissos

Os casos omissos neste regulamento serão resolvidos pelo conselho curador do Instituto Baixada e profissionais do Projeto Caminho de Leitores.

O resultado será divulgado na pagina do Instituto Baixada, bibliotecas e Fóruns da Juventude

Comissão:

Denivaldo Moraes

Eliúde da Cunha Silva

Tatiane Soares Lindoso

Bianka Maria Pereira Pinheiro

Professor convidado



Caminho de Leitores realiza última etapa do programa de formação

Projeto Caminho de Leitores realiza seu último encontro de formação com auxiliares de bibliotecas e animadores culturais.

Repleto de conteúdos para movimentar bibliotecas comunitárias fomentadas pelo projeto Caminho de Leitores, o Instituto Baixada realizou o último encontro de formação para auxiliares de bibliotecas e animadores culturais. O evento aconteceu na sede do Instituto em Olinda Nova do Maranhão com a presença dos jovens monitores dos municípios de Matinha, Cajari, Palmeirândia, São Vicente Férrer e Olinda Nova.

Foram três dias de formações intensas sob a coordenação de Eliude Cunha, bibliotecária e Tatiane Soares, Arte educadora. Ao longo dos encontros de formação, os animadores culturais receberam orientações de como dinamizar o trabalho nas bibliotecas e de que forma poderiam atingir crianças e adolescentes com o “mundo mágico da leitura”.

Os encontros contaram com oficinas de contação de história, organização e catalogação de acervos, registro de livros e a diversidade de gêneros literários. Neste último momento de formação, foi lançado o edital do concurso literário que movimentará os últimos meses do projeto, assim como as diversas caravanas literárias que devem ser realizadas em cada município.

O programa de formação acabou mas o  projeto continua, as bibliotecas estão montadas e os jovens capacitados para dinamizá-la de forma a atrair cada vez mais leitores. 

Caminho de Leitores chega a rede municipal de ensino em Palmeirândia.

Como prática positiva para a execução das ações do Projeto Caminho de Leitores, os animadores culturais realizaram atividades educativas no Jardim da Infância Pequeno Polegar, escola que faz parte da rede municipal de ensino da cidade de Palmeirândia.

Em alusão ao dia da literatura que é comemorado em 18 de abril, os animadores realizaram uma roda de contação de história trazendo um clássico da literatura infantil. Com o conto Os Três Porquinhos fizeram fluir a imaginação da criançada.

Já no dia do índio, 19 de abril, sob o uso de encenação e leitura foi realizada uma ciranda que falou sobre o descobrimento do Brasil.

Em Palmeirândia, as ações do projeto têm o apoio do Fórum da Juventude, que acompanha de perto o andamento das atividades e, conta ainda com a parceria da Secretaria Municipal de Educação.

 

Acompanhe nosso blog

articulacao-em-redes

Receba novidades em seu e-mail




Copyright 2014 - Todos os direitos reservados para Instituto Baixada
Endereço principal: Rodovia MA 014, S/N, Zona Rural Olinda Nova do Maranhão.
Escritório em São Luis: R. das Limeiras, Qd D, Casa 14
Jd Renascença / CEP: 65075-260.
Telefones: (98) 3301-3882 / 9619-2012

Site desenvolvido por Detalhar